A mão de obra na construção civil sempre foi um fator relevante no custo total da obra. As relações trabalhistas e suas exigências sobre o empregador oneram ainda mais o custo com a contratação de serviços.

De acordo com estudos realizados pela a Agência CBIC, o custo da mão de obra foi responsável por mais de 45% do valor total de uma obra no ano de 2019. Diante desses números, é evidente que a sobrevivência das empresas terá que passar por melhorias na produtividade no canteiro de obra. O primeiro passo dos gestores seria abrir a empresa para a possibilidade de inovações nas áreas dos processos de construção, organização do canteiro,  máquinas e equipamentos mais modernos, além do treinamento da equipe em geral, visando otimizar a produtividade final.

Produtividade no canteiro de obra 2

“Entre algumas inovações dos últimos anos temos como exemplo o concreto autoadensável (CAA) que é um material caracterizado por dispor de elevada fluidez no seu estado fresco. É um compósito que apresenta a capacidade de escoar pelas fôrmas exclusivamente pela ação de seu próprio peso na presença, ou não, de obstáculos. A utilização desse tipo de concreto dispensa a necessidade de processos de compactação e adensamento através de vibradores.¹” 

Produtividade no canteiro de obra 3
Imagem google – Elevador de obra

“As máquinas automatizadas são outra novidade. Realizam trabalhos com mais rapidez e eficiência, desde que haja  um funcionário bem capacitado para manuseá-la. No caso dos sistemas de transporte vertical e projeção de argamassas de revestimento, por exemplo, um dos benefícios que se pode obter é a redução de custos, minimizando também impactos sobre a perda de qualidade durante o processo de transporte.

“O sistema de projeção de argamassas garante uma maior energia de aplicação das argamassas, assegurando melhores resultados de aderência e reduzindo potenciais manifestações patológicas das argamassas de revestimento”, complementa Suzarte. Aumento de produtividade e redução de custos com a mão de obra são dois ganhos do sistema. Porém, para que ele funcione corretamente, é preciso que os trabalhadores sejam capacitados e exista uma adequação das condições logísticas para uso dos equipamentos.²”

Produtividade no canteiro de obra 4
Imagem google – Projeção de argamassas de revestimento

Outra boa inovação que podemos destacar nos canteiros de obra e já consolidada pelo mercado é a elaboração de projetos elétricos específicos para o canteiro. Um projeto criado por um profissional qualificado melhora a organização, diminui o custo e aumenta a segurança no canteiro de obra.

Produtividade no canteiro de obra 5

Desde 2019, a RST vem desenvolvendo os “Quadros de Tomadas” com base nas necessidades dos canteiros de obras, sempre visando segurança e confiabilidade, melhorando a segurança e a produtividade dos trabalhadores. Com o aumento do uso de máquinas e ferramentas elétricas na construção civil, fica cada dia mais evidente que as instalações e os pontos de conexão destas máquinas devem ser adequados a praticidade dos serviços, bem como atender as normas técnicas pertinentes, fazendo com o que os quadros de tomadas sejam a opção ideal para qualquer empreendimento em construção.

Produtividade no canteiro de obra 6

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.